sábado, 12 de março de 2016

São Paulo vai ganhar sua primeira “Floresta de Bolso”

Nesta sábado (12) um grupo de voluntários vai plantar cerca de 80 mudas de árvores e arbustos nativos da região de São Paulo. O local escolhido é o canteiro entre a Avenida Hélio Pellegrino com a Rua Clodomiro Amazonas, no bairro Vila Olímpia, onde antes havia a mata ciliar da beira do Rio Uberaba – hoje canalizado sob o asfalto da avenida -, que será recriada pela primeira Floresta de Bolso pública da cidade.
Técnica desenvolvida pelo botânico Ricardo Cardim, a Floresta de Bolso concentra grande biodiversidade e massa arbórea numa pequena área, e é uma solução ambiental importante para a cidade, pois combate ilhas de calor, umidifica e purifica o ar, preserva espécies vegetais nativas ameaçadas de extinção, resgata a biodiversidade local e fornece abrigo para polinizadores e pássaros. Além disso, transformará um espaço que atualmente é árido num local agradável para a população frequentar.
plantiocoletivo
A iniciativa está sendo protagonizada por cidadãos que desejam contribuir para a cidade se tornar mais verde, tanto é que estão oferecendo as mudas. A subprefeitura de Pinheiros apoia a ação e a empresa Farah Service será a parceira na manutenção do local. Os coletivos Novas Árvores por Aí e Muda Mooca também participarão do plantio. A atividade vai acontecer das 10 às 15h e é aberta à participação de todos os interessados.
O plantio acontecerá em esquema de mutirão durante a aula prática do curso de paisagismo ecológico ministrado por Cardim à convite do Conselho de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz (CADES) da subprefeitura de Pinheiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário